Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2006

vencidos pela indiferença...

O povo unido jamais será vencido,
Mas como é que o povo é unido, se nunca foi conhecido,
Ninguém os apresenta a diferença,
Proclama-se a crença,
Do défice, da fome, da hipocrisia,
Gritam os vultos porque a cidade está vazia,
Fugiram para os vales onde os corpos não sentem frio,
Para onde não precisam roubar porque ainda há peixes no rio,
Nesse vale a agua ainda é azul,
Continua-se a falar com palavras reais,
Nada de soluços pelos cantos nem vidas virtuais,
A pressa, é devolver a remessa que a politica fez chegar,
Vinha estragada da cidade vejo alguém a reclamar,
Do cavaquismo ao guterrismo, passando pelo socratismo,
Nem muda o “ismo” porque acaba tudo no mesmo,
Os miúdos continuam a não saber ler,
Alguns continuam a não comer,
Mas no meio da mediocridade alguém há-de sobreviver…
publicado por JF às 21:12
link do post | comentar | favorito

.visitas

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. um fim...e um inicio...

. doce meu...

. asas para voar...

. eu volto...

. rodrigo leão...

. em ti...

. adormecer o meu dia...

. ontem, hoje e amanhã...

. música...

. nova melodia...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.links

.mais sobre mim