Domingo, 14 de Maio de 2006

são pessoas...

São pessoas, diziam as almas…
Soterradas no terror,
São seres com sentimento e com maldade,
Cegos pela palavra liberdade,
É por isso que não saímos de dia,
São perigosas de mais essas, pessoas,
Vêm armadas até aos ossos,
E com mil pedras na mão,
A única palavra meiga que conhecem é o não,
E então? Porque não os tentamos conhecer?
Ali? Creio que não tínhamos muito a aprender,
Respeito não conhecem, nem isso nem muito mais,
É a irrealidade dos que se julgam reais,
E mais? O que há mais?
Por enquanto uma terra pseudo cuidada,
Só foi perfeita quando esteve desabitada,
O Homem é um animal perigoso, do qual nos libertámos,
Um dia provámos o vinho, provámos a carne e o pão,
E agora somos almas, com medo que nos vejam…
publicado por JF às 22:26
link do post | comentar | favorito

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. um fim...e um inicio...

. doce meu...

. asas para voar...

. eu volto...

. rodrigo leão...

. em ti...

. adormecer o meu dia...

. ontem, hoje e amanhã...

. música...

. nova melodia...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.links

.mais sobre mim