Domingo, 8 de Março de 2009

o que vais fazer agora?

O que vais fazer agora?
Tarde de mais, o imediato é passado,
Pedaço de papel enrolado e arrumado,
Que ninguém mais vai ler,
Gosto em saber, que não tens nada a fazer,
O que vais fazer agora?
Que os sinónimos hipócritas de amizade te afogam o corpo,
És só mais um peso e reflexo, mais um esboço,
Do que querias ser, querias dizer, querias fazer,
Afinal? O que há por acontecer?
Braços a quebrar, pernas a ceder,
A pele queimada do sol, os dentes a ranger,
O que vais fazer agora?
Neste momento simples em que me torno vigente,
Dessa actualidade metafórica que te intitula meu amigo,
Já não sou o teu abrigo, não sou quem te tira do castigo,
Não sou quem imaginas que serei, nem nunca o tentarei ser,
Braços a escorrer, pernas a doer,
Foi o fim, do aconteça o que acontecer.

publicado por JF às 20:23
link do post | comentar | favorito
|

.visitas

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. um fim...e um inicio...

. doce meu...

. asas para voar...

. eu volto...

. rodrigo leão...

. em ti...

. adormecer o meu dia...

. ontem, hoje e amanhã...

. música...

. nova melodia...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.links

.mais sobre mim