Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008

a linha que te adorna...

Abre os olhos,
Acalma a voz embargada e louca,
Sossega o teu espírito, ajeita a tua roupa,
Não há nada de mal em ver as estrelas cair,
Não vejo nada de mal em ver-te a sorrir.
Talvez seja por isso, por ser pecado ou ofensa,
O problema do pecado é que ele compensa,
Porque é delirante ver-te vibrar, é compensador ver-te chorar,
Por mim, porque já não aguentas mais a explosão de emoções,
Tantas questões, tantas sensações,
Quantas vezes noites destas desenham-se em ilusões,
Hoje tens-me aqui, faz as estrelas cair,
Faz-me esquecer que há uma hora para ir,
Para voltar e regressar à minha redoma,
Enquanto me aninho no teu beijo, e abraço a linha que te adorna.

publicado por JF às 18:09
link do post | comentar | favorito
|

.visitas

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. um fim...e um inicio...

. doce meu...

. asas para voar...

. eu volto...

. rodrigo leão...

. em ti...

. adormecer o meu dia...

. ontem, hoje e amanhã...

. música...

. nova melodia...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.links

.mais sobre mim