Sábado, 27 de Junho de 2009

Obsessão...

Horas passaram, fixado nos teus olhos me perdi,
Não deu tempo sequer para dizer que te quero,
Beijo eterno troquei, com o teu corpo dancei,
A imaginação fez mil carinhos contigo, nunca me cansei.

 

Se te amar não faz mal, pois morri aqui hoje,
Tu podes fugir, mas meus olhos agarram-te ao longe,
Pregam em ti, colam em ti, observam sem fim,
Curiosa obsessão esta, que despertaste em mim.

 

Eu não mexo, não falo, não digo,
Podem falar comigo, que eu não ligo,
Podem criar tempestades, apagar todas as luzes,
Na escuridão consigo ver porque és especial, tu brilhas.

 

Carregam-se as cores, quero saber o teu nome,
A que sabe o teu sabor, a que cheira o teu perfume,
Quero entender os teus gostos mais pessoais,
O que gostas de fazer, quando sais para onde vais?

 

Saber tudo e se puder, mais alguma coisa,
Deitar tudo ao chão com o teu corpo, partir a loiça,
Esquecendo o que me dizem, desejos levantam a questão,
Porque só esta noite, me vidrei em ti? És a minha nova obsessão.

publicado por JF às 13:34
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 20 de Junho de 2009

aprendiz de palavras...

De embaraços, nascem nós bem fortes,
Das diabruras do amor, feridas e cortes,
Seremos assim, pássaros em busca de um novo voo,
Sou aprendiz de palavras, tenho uma nova, Acabou!
Outras histórias virão, outras marcas, novas cores,
Cheiros por conhecer e muitos outros sabores,
Nova pele, novo mel, nova voz calma e doce,
Outros tantos complexos e predicados de posse,
Juras de amor eterno, do para sempre e muito mais,
Esquecendo todo o mundo, gritando aos demais,
Nova tinta que escorra num novo papel,
Novos locais a descobrir, propagar achados em nova pele,
Ansiedades eu sei, desejos…também,
Posso até ser louco, mas não me prendo a ninguém.
Das aventuras da sedução, ficam o sal das tuas lágrimas,
Quero perder a razão, envolver-me em outras sátiras,
Sentir-me vivo na novidade, a velha e nova liberdade,
Sem ter medo de me queimar na proclamada chama,
Nem ter de regressar novamente à tua habitual cama,
Outras histórias se admitirão, sem publicação mensal,
Descubro uma nova palavra e não me levem a mal,
Se me ligam e não atendo, se me procuram e não estou,
É que o que conheciam em mim…Acabou!

publicado por JF às 18:22
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Junho de 2009

tomar de assalto...

Vou tomar de assalto o teu corpo,
Arrombar o teu peito, mordiscar a tua pele,
Não vais ter tempo de pensar, só provar o doce mel,
Fechar os olhos e pedir por favor pára,
No momento em que o teu coração dispara,
Em que tremes, em que choras, sem entender bem porquê,
Vou tomar de assalto o teu corpo,
Deixar marcas em todo o caminho,
Se és rosa hoje arranho-te as pétalas e danço com os espinhos,
Hoje há gritos que acordam vizinhos,
Mas sem medo, vale tudo, menos deixar nossos corpos sozinhos,
Vou tomar de assalto o teu corpo,
Explorar locais onde jamais alguém sonhou estar,
Analisar-te, mordiscar-te, subir o nível até alguém gritar,
Talvez não aguentes, talvez não aguente, hoje um coração vai parar,
Não tenho nada a perder, tenho um castelo a assaltar,
O teu, vai ser meu, vou pilhar cada parede,
Vamos fazer de trapezistas, mas desta vez, vamos sem rede,
Porque eu não tenho medo de cair, contigo, não tenho medo de me quebrar,
Até da cama podemos cair, há muito chão por onde rolar,
Porque, hoje eu sei…
Vou tomar de assalto o teu corpo.

publicado por JF às 13:20
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Junho de 2009

local restrito...

Ouves-me? Desse local tão restrito onde te escondeste,
De onde me disseste não te quero mais,
Voam as páginas dos jornais,
Nas quais te escreveste,

 

Saberei viver sem ti?
Vagueando pelos cantos sem ninguém com quem falar,
Sem ti para me explicar, o que há para inventar,
Ainda és dona de mim.

 

Se és assim, talvez pudera dizer o mesmo de mim,
O cansaço já me agarra e me atira ao chão,
Clamorosa ilusão, melosa frustração,
Que é de mim, sem ti.

publicado por JF às 19:02
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Junho de 2009

mil pedaços...

Vejam parti-me, em mil pedaços,
Nunca pensei ter tanto por onde pegar,
Tantos cacos para apanhar,
Como vidro duro, quebro em estilhaços,
Salvam-se as mãos para os laços,
Das saudações aos abraços vejo-me no chão,
Três segundos de escuridão, de subconsciência e breu,
Quem sou eu, que faço aqui, o que é? É o tal céu?
O acordar é sempre estranho,
Tudo de novo, nada de novo, nada melhorou neste povo,
Apenas a inquietação fica,
A preocupação aflita,
De entre as horas alguém grita, está tudo bem,
Vai ficar tudo bem.

publicado por JF às 15:04
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 2 de Junho de 2009

já vi nascer o sol...

Já vi nascer o sol,
As sombras da primavera fazem o verde parecer mais forte,
Bafeja-se a sorte,
Hoje estamos por nossa conta,
Nada nos afronta,
Saímos a ver o mundo, conhecendo as emoções,
Tantas sensações, guardam-se memórias esquecem-se interrogações,
Talvez eu diga…”já vi nascer o sol”
Se me queres encontrar procura o calor,
Onde a minha sombra já remexe,
Onde a areia já me embala,
Na onda que ninguém cala, e que acorda a minha cara,
Os corpos molhados, rosados do vento, doce lamento,
Hoje a tarde é solitária no cabo dos meus tormentos,
Talvez se eu…disser assim…
A noite a mim já me disse tudo, no espelho do seu fundo,
Da reviravolta do novo mundo, hoje eu posso dizer…
“já vi nascer o sol”.

publicado por JF às 20:41
link do post | comentar | favorito
|

.visitas

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. um fim...e um inicio...

. doce meu...

. asas para voar...

. eu volto...

. rodrigo leão...

. em ti...

. adormecer o meu dia...

. ontem, hoje e amanhã...

. música...

. nova melodia...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.links

.mais sobre mim