Sábado, 22 de Dezembro de 2007

levantar...do chão.

Nunca digas nunca, que não consegues,
Já viste as paredes ruir? Vai-te vestir,
E mexe a tua vida, quando te sentes sem saída,
Quanto te sentes perdida, mexe, mexe a tua vida,
Gostas do chão que pisas?
Então levanta-te e não te deixes mais cair,
Ficam os pés seguros, assentes para sentir,
Acorda do pesadelo em que te transformas-te,
O que tens a perder?
Tudo é consequência do teu crer,
Canta e dança roda e grita,
Deixa o tempo passar, vê o silencio que fica,
E mexe a tua vida, quando te sentes sem saída,
Quanto te sentes perdida, mexe, mexe a tua vida,
Embala-te do embaraço que te deixa triste,
Recorda as histórias pelas quais já sorriste,
E deixa-te ir...
Não digas nunca, não consegues fazer mais,
Tu dizes que já tentas-te, mas eu vejo que não sais,
Da tua redoma de aço, onde o medo te oprime,
Procuras uma palavra que com amor rime,
Mas a substituição, nasce da criação,
Doce canção, aquela que te prende a razão,
Deixa o tempo ser maior, curiosa obsessão,
Deixa o tempo ser…razão,
E mexe a tua vida, quando te sentes sem saída,
Quanto te sentes perdida, mexe, mexe a tua vida.
publicado por JF às 14:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 1 de Dezembro de 2007

areia fria...

Sinto a areia fria, no meio da noite molhada do mar,
Apronta-se o grito, desenha-se o mito,
Dava tudo por te abraçar,
Sinto a alma vazia, sem força, sem nada,
Pintura de papel, onde falta o teu toque a tua pele,
Passa mais uma madrugada,
Já fomos tantos nesta areia, passos sobre passos,
Rodopiavam sorrisos, gestos imunes,
Que a pouco e pouco apertavam os nossos laços,
Arrepia-se a pele, estalam os ossos,
Já foram tantos os abraços dados olhados por estas estrelas,
Tantos abraços, só faltam os nossos,
As loucuras de amor, de paixão, não vão passar,
Apronta-se o grito, desenha-se o mito,
E eu dava tudo por te abraçar.
publicado por JF às 11:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.visitas

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. um fim...e um inicio...

. doce meu...

. asas para voar...

. eu volto...

. rodrigo leão...

. em ti...

. adormecer o meu dia...

. ontem, hoje e amanhã...

. música...

. nova melodia...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.links

.mais sobre mim