Segunda-feira, 29 de Maio de 2006

a ilusão do sorriso...

Ilusão, criação a vida sem ti não faz sentido
Se as coisas não correm bem, e tudo parece perdido,
Enxo então o copo, das mágoas vou criando sumo;
A adrenalina entra no sangue e tudo ganha outro rumo

a noite era como tantas, em que vemos o tempo passar,
as coisas não correm bem e só nos apetece gritar,
queremos sair daqui pegar na estrada ver o mar
por as mãos no céu e fazer o mundo a girar

são rimas maníacas, de alguém ainda pior,
são feitas na hora porque eu não sei isto de cor,
não copiei de nenhum lado mas saem doce como tu;
a motivação é esta noite, Sou eu sobre teu corpo nu,

quantas vezes nos perdemos nas palavras,
não há entraves que dispersem nossas garras,
e o mundo é nosso, talvez seja este o novo dia,
foi o que pensei enquanto alguém sorria…
publicado por JF às 21:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 27 de Maio de 2006

o de sempre...

Tu sabes,
Sempre te disse que vivo com um sorriso nos lábios,
Tenho as artimanhas e magias, e os versos são vários,
Não tenho porquê estar triste, a atitude persiste,
Vou ver sempre algo de onde tirar um sorriso,
É disso que preciso,
É aí que me concentro, eu procuro, eu pesquiso,
Sempre na boa, eu não dramatizo,
Em contagem decrescente, a vida é um contra relógio,
O que tenho consegui, o que perdi, é porque me fugiu,
Tu sabes,
Que é difícil eu mudar, levei tempo a ser assim,
E hoje não vai ser diferente, cá estou eu, o jonny de sempre.
publicado por JF às 23:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Maio de 2006

um regresso...

É apenas um regresso,
e estrada mostra-me o caminho,
curva após curva no seu passo lento,
consigo sentir que estou velho,
para estes caminhos,
as sensações mudaram,
os prazeres exigem novas cores,
a cor inebriante do céu mostra-me que o dia nasceu,
e procuro nas letras com que me entreter,
vila após vila as pessoas vão passando,
algumas acompanham-me nesta caminhada,
inútil, dispersa, ingénua,
talvez seja cego por não ver o fim do caminho,
talvez seja de mim, ou do mundo,
quem sabe,
os segredos revelam-se a cada pessoa que entra,
que me olha nos olhos, e que se senta…
publicado por JF às 13:44
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Maio de 2006

o regresso...

Noto na cidade o silencio,
a calma, a solidão,
outrora regada de sensações,
de alma, de vida,
hoje é simplesmente uma cidade,
vazia e só,
as luzes criam as sombras,
e os vultos fazem-se sentir,
frios, tocam os corpos,
daqueles que tendem a demonstrar vida,
as ruas estreitam as saídas,
escondendo as palavras nesta historia rasa,
onde a minha alma não me acompanha,
no regresso a casa.
publicado por JF às 14:39
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Maio de 2006

diz-me...

Diz-me que o sonho é nosso sempre,
Diz-me, que o tempo é nosso crente,
E que tudo vai ser real,
Diz-me que o sonho pode ser normal,
Sem ter de acordar a meio,
Sem ter de perguntar se é bonito ou é feio,
O sonho pode ser, pode acontecer,
E nós os dois, estamos cá para o viver,
Diz-me, que tudo pode ser verdade,
Diz-me, que o amor não tem idade,
Diz-me, que hoje posso sonhar,
Diz-me que amanha estás ao meu lado ao acordar,
Sem ter receio desse novo dia,
Sem ter mistério, nem revelia,
Que seja então mais um passo neste sonho,
Tenho um ponto final, mas não sei onde o ponho.
publicado por JF às 17:12
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Maio de 2006

o sorriso...

Teu sorriso,
Pedaço de arte,
Que poucos sabem classificar,
Tantos tentam, mas não existem palavras,
Tua boca,
Pedaço de céu,
És o exemplo de mulher,
Na palavra simples e directa,
Linda, inteligente e discreta,
Dás-me luz, quando sorris,
Pós de sonho e um toque de anis,
Demasiado tempo perdi eu…
Até te encontrar por fim,
O caminho nem sempre é fácil, na chegada ao paraíso,
Mas hoje eu vi a luz, no vislumbrar do teu sorriso.


publicado por JF às 21:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Maio de 2006

papel rasgado...

Mais um papel rasgado,
Mais um sonho estragado,
Mais um espirro,
Deve ser do ar condicionado,
Segue em frente, nesta guerra,
Plantar sementes nesta terra,
Corpos arrastam-se pela sombra,
É o tal choro, que te arromba,
Hoje é noite de gala,
E o papel está decorado,
O certo está certo,
E o resto está errado,
O que não sei está na cabula,
Debito a minha rábula,
Ponto final, retoma a tua história,
Fecha os olhos guarda na memória,
Obtura a tua mente para captares melhor,
Agarra com força, mesmo que seja pior,
Não me interessa se bate certo ou não,
Junta o meu e o teu, junta a condição,
Do talvez podia ser,
Talvez pudesse acontecer,
Mas não aconteceu,
Então o que é que vais fazer,
O que é que tens a perder,
Cala e sente, tributo independente,
O que digo, só sai, da minha mente,
Tudo bem para ti? Tudo bem para mim,
Faço o que sonho, e eu sonhei assim…
publicado por JF às 23:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Maio de 2006

quero perder-me em ti...

A lua já vai ao alto quando me lembro de ti,
O sorriso faz-se entender quando recordo o que vivi,
Perdem-se as horas a sonhar com o seu gosto,
Consigo desenhar de olhos fechados cada traço do teu rosto,

Quero arriscar, ser feliz contigo,
E fazer as palavras fazerem novamente sentido,
Quero-te, quero sentir-te quero entender-te,

Se sonhar fosse sofrer, sofreria de bom grado,
Se sonhar fosse errar, eu estaria sempre errado,
Por natureza faço esquemas, e declaro tantos lemas,
Faço das rimas alusões, e esqueço todos os problemas,

Quero perder-me em teus braços,
E fazer melodias com nossos paços,
Espero-te, quero sentir-te quero entender-te,

E se te encontrar novamente serei perfeito outra vez,
Vou sentir outra vez, sem interrogações e porquês,
E depois só o risco dá um gosto a esta vida,
E enrolo-me num labirinto que julgo não ter saída,

Quero arriscar, viver esta noite ao teu lado,
E saber que não estaria melhor, em qualquer outro lado,
Adoro-te,
Um dia destes, nós vamos rir da indecisão,
De todas as coisas que julgamos e que pomos em questão,
Amo-te.

publicado por JF às 23:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 14 de Maio de 2006

são pessoas...

São pessoas, diziam as almas…
Soterradas no terror,
São seres com sentimento e com maldade,
Cegos pela palavra liberdade,
É por isso que não saímos de dia,
São perigosas de mais essas, pessoas,
Vêm armadas até aos ossos,
E com mil pedras na mão,
A única palavra meiga que conhecem é o não,
E então? Porque não os tentamos conhecer?
Ali? Creio que não tínhamos muito a aprender,
Respeito não conhecem, nem isso nem muito mais,
É a irrealidade dos que se julgam reais,
E mais? O que há mais?
Por enquanto uma terra pseudo cuidada,
Só foi perfeita quando esteve desabitada,
O Homem é um animal perigoso, do qual nos libertámos,
Um dia provámos o vinho, provámos a carne e o pão,
E agora somos almas, com medo que nos vejam…
publicado por JF às 22:26
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Maio de 2006

despedida...

Afasta-te de mim,
Peço em tom irónico de brincadeira,
Distancia-te deste corpo,
Não te sentes nessa cadeira,
Roda o palco e vai embora,
E deixa-me dormir,
Quero ir daqui para fora,
Quero deixar de sentir,
Ontem e hoje, os dias passam devagar,
Ressaco a tua imagem,
E vejo onde errei para nunca mais errar,
Despem-se as peles que um dia tiveram o teu toque,
Despeço-me do teu cheiro,
Paro o coração e deixo entrar em choque,
E escrevo esquece-me para o mundo inteiro…
publicado por JF às 11:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.visitas

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. um fim...e um inicio...

. doce meu...

. asas para voar...

. eu volto...

. rodrigo leão...

. em ti...

. adormecer o meu dia...

. ontem, hoje e amanhã...

. música...

. nova melodia...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

.links

.mais sobre mim